Serie A

A 8ª rodada do Italiano terá confronto direto pela liderança; confira a prévia

O fim de semana será de emoção na Velha Bota. Após uma longa data Fifa, a 8ª rodada da Serie A surge com duelos que podem fazer a liderança do campeonato mudar de mãos, com destaque para o confronto entre Napoli e Milan, na Campânia.

Existem cinco cenários possíveis para a conclusão da jornada. O Milan – atual líder – pode permanecer isolado em primeiro lugar, compartilhar a ponta com o Napoli, dividi-la com os napolitanos e a Roma, ou ter a companhia do Sassuolo no topo. A quinta possibilidade é a chegada do time treinado por De Zerbi às cabeças, o que seria inédito na Serie A. Na nossa prévia, confira o que esperar da rodada.

O jogão

Domingo, 22/11, 16h45

Napoli x Milan

O jogo que encerra a rodada é o mais aguardado de todo o fim de semana. Na terceira colocação, o Napoli terá a chance de se igualar ao Milan e até de dividir a liderança com o Diavolo, se triunfar no San Paolo e o Sassuolo não ganhar do Verona.

Para tanto, o time do ex-rossonero Gattuso precisará confirmar o ótimo retrospecto recente contra o gigante lombardo: são 11 jogos de invencibilidade no geral e apenas uma derrota sofrida em Nápoles neste século, no já distante ano de 2010.Por outro lado, o Napoli perdeu seus dois últimos compromissos como mandante (para AZ Alkmaar e Sassuolo), enquanto o Milan está invicto há 14 partidas na condição de hóspede – com mais um jogo sem derrotas, iguala marca do time de Ancelotti, obtida em 2004.

A expectativa é de um jogo aberto, visto que Napoli e Milan são os dois times que mais finalizam na Serie A: média de 19 e 17,1 chutes por jogo, respectivamente. Olho em Insigne, que vive grande fase e tem um bom aproveitamento contra o adversário de domingo: se marcar um gol, chega a sete e alcança Luís Vinício e Antonio Vojak, que são os maiores artilheiros dos partenopei contra os rossoneri. O Diavolo, que será comandado pelo ex-jogador Bonera – visto que Pioli está com covid-19 –, mais uma vez confia na forma de Ibrahimovic: o sueco fez gols nas suas cinco primeiras partidas. Em sua extensa carreira, porém, Ibra só balançou as redes do San Paolo em uma ocasião.

Prováveis escalações

Napoli: Meret; Di Lorenzo, Manolas, Koulibaly, Mário Rui; Ruiz, Demme, Elmas; Lozano, Mertens, Insigne.

Milan: Donnarumma; Calabria, Kjaer, Romagnoli, Hernandez; Bennacer, Kessié; Saelemaekers, Çalhanoglu, Castillejo; Ibrahimovic.

Fique de olho

Sábado, 21/11, 16h45

Juventus x Cagliari

De um lado, uma Juventus que está invicta, mas ainda não se acertou; de outro, um Cagliari irregular, mas dono de três vitórias nas quatro rodadas mais recentes, período em que teve o segundo melhor retrospecto entre os participantes do campeonato. A rigor, o time do técnico Di Francesco pode dar trabalho aos comandados de Pirlo, mas o histórico do confronto diz outra coisa: nos últimos 19 jogos entre os times, a Juve venceu 15 e só perdeu o último, quando já era eneacampeã italiana e escalou um mistão. Além disso, nos quatro duelos mais recentes entre piemonteses e sardos no Allianz Stadium, a Velha Senhora marcou pelo menos três gols.

O grande embate em Turim será protagonizado, com toda certeza, por Cristiano Ronaldo e o ótimo goleiro Cragno. O português é um finalizador contumaz (tem média de cinco arremates por partida) e já marcou seis gols nos quatro jogos em que entrou em campo. O arqueiro casteddu, por sua vez, é o único dos maiores campeonatos da Europa que fez mais de 100 defesas (103, precisamente) no ano de 2020.

DiFra também tentará, dentro de seu estilo ofensivo, fazer o Cagliari agredir uma defesa juventina desfalcada – sem Bonucci e Chiellini, e contando com o retorno de um De Ligt sem ritmo de jogo. O treinador aposta, principalmente, em seus dois goleadores. Em 2020, João Pedro e Simeone marcaram 12 gols cada e, entre os sul-americanos que disputam os mais importantes torneios nacionais do continente europeu, só perdem no quesito para Zapata (14) e Messi (15).

O Sassuolo, de Berardi, pode assumir a liderança da Serie A nesta rodada (imago)

Domingo, 22/11, 11h

Verona x Sassuolo

O domingo pode ser um dia único para o Sassuolo: se vencer o Hellas e o Milan perder do Napoli, o time neroverde será líder isolado da Serie A pela primeira vez na história. A festa pode acontecer em um estádio em que costuma se dar bem, inclusive. Os emilianos venceram em suas três últimas idas ao Bentegodi e não sofreram gols em cinco das visitas à tradicional praça esportiva veronesa.

A partida promoverá um embate de estilos. O Verona de Juric tem a melhor defesa do campeonato, com cinco gols sofridos, e só foi vazado uma vez nas últimas cinco partidas como mandante. Do outro lado, o ofensivo (e invicto) Sassuolo de De Zerbi valoriza o toque de bola e tem o ataque mais positivo do campeonato, com 18 gols – ao lado da Atalanta. No fim de semana, o fator decisivo para os neroverdi pode ser Berardi. Em grande fase, o atacante marcou três gols em seis rodadas e ainda anotou duas vezes pela Itália, durante a data Fifa.

Demais partidas

Sábado, 21/11, 11h
Crotone x Lazio

Sábado, 21/11, 14h
Spezia x Atalanta

Domingo, 22/11, 8h30
Fiorentina x Benevento

Domingo, 22/11, 11h
Inter x Torino
Roma x Parma
Sampdoria x Bologna

Domingo, 22/11, 14h
Udinese x Genoa

Deixe um comentário