Serie A

Pela 14ª rodada, duelo entre Napoli e Inter pode reabrir disputa pela liderança da Serie A

A última rodada do Campeonato Italiano teve contornos interessantes. As vitórias de Milan e Napoli, somadas ao empate entre Juventus e Inter, fizeram com que a disputa pelo primeiro lugar da Serie A se reabrisse um poucos, apesar de ser nerazzurri e bianconeri ainda terem boa vantagem sobre os demais. Neste fim de semana, entretanto, a briga pode esquentar de vez, caso os campeões italianos de 2022-23 batam a Beneamata, atual líder, no domingo.

Além de uma boa disputa pela liderança, é também muito interessante a briga por uma vaga nas próximas competições europeias, com apenas três pontos separando o Frosinone, atualmente em 10°, de Roma e Bologna, que dividem a quinta posição – o time treinado pelo ítalo-brasileiro Thiago Motta, aliás, é a grande surpresa do campeonato. No fim de semana também devemos ter bastante rebuliço por ali. Confira, abaixo, a prévia da rodada.

O jogão

Domingo, 3/12, 16h45

Napoli x Inter

Após o empate contra a Juventus no último domingo, a Inter permaneceu na liderança isolada do campeonato. Porém, neste domingo, os comandados de Simone Inzaghi terão outro duro desafio pela frente: o Napoli de Walter Mazzarri, que vem de vitória de um jogo duro sobre a Atalanta, na reestreia do técnico pelos partenopei. Um novo triunfo pode reabrir a disputa pelo título e, de quebra, servir para os azzurri se arvorarem como candidatos ao bicampeonato. Afinal, a distância para a Beneamata cairia para apenas cinco pontos.

Embora tenha perdido o confronto mais recente contra o Napoli, a Inter bateu o rival em cinco das últimas oito ocasiões. A propósito, a derradeira vez em que os partenopei bateram os nerazzurri em duelos consecutivos ocorreu na temporada 2016-17. O trunfo dos napolitanos é o mando de campo. Pela Serie A, a Beneamata só ganhou um dos 17 confrontos realizados no estádio Diego Armando Maradona neste século – completam a estatística 10 vitórias do Napoli e seis empates.

Prováveis escalações

Napoli: Meret; Di Lorenzo, Rrahmani, Natan, Juan Jesus; Anguissa, Lobotka, Cajuste; Politano, Osimhen, Kvaratskhelia.

Inter: Sommer; Darmian, De Vrij, Acerbi; Dumfries, Barella, Çalhanoglu, Mkhitaryan, Dimarco; Thuram, Martínez.

Fique de olho

Sexta, 1/12, 16h45

Monza x Juventus

O empate contra a Inter no Derby d’Italia impediu tanto uma arrancada nerazzurra quanto uma ultrapassagem da Juventus. A diferença entre as rivais na tabela permaneceu em dois pontos e, para a Velha Senhora, isso é positivo. Afinal, a Beneamata terá uma missão difícil em Nápoles, no domingo, e pode jogar pressionada caso os bianconeri façam sua parte na sexta, em visita ao Monza. O time de Raffaele Palladino é um adversário mais abordável do que o Napoli, embora não seja “mamão com açúcar”: ocupa a nona posição e sonha com uma inédita vaga em competições europeias.

A própria Juventus sabe bem disso. A temporada 2022-23 representou o debute do Monza na Serie A e os brianzoli comemoraram vitórias em ambos os jogos contra os bianconeri – aliás, em caso de novo triunfo nesta sexta, a Velha Senhora será a primeira equipe a ser batida três vezes pelos bagai na competição. Ex-Juve, Palladino pode, inclusive, buscar um recorde pessoal, visto que nenhum treinador foi capaz de vencer a gigante nos primeiros três compromissos contra ela. Do outro lado, olho em Vlahovic. Após o gol contra a Inter, o sérvio deve ser novamente titular da equipe de Massimiliano Allegri e tentará vazar seu 22° adversário diferente no campeonato.

A Juventus abre a rodada contra o Monza e pode colocar enorme pressão sobre a Inter, que encara o Napoli (AFP/Getty)

Sábado, 2/12, 16h45

Milan x Frosinone

Desde sua chegada ao comando do Milan, Stefano Pioli nunca passara por um momento tão forte de contestação no cargo: o jogo deste sábado, contra o Frosinone, é visto como fundamental para sua permanência no comando rossonero. Um dos fatores que fazem o técnico italiano ser criticado é a preparação atlética dos jogadores, visto que o Diavolo é o time que mais sofre com lesões na Itália na atual temporada. Por exemplo, após a lesão de Thiaw, contra o Borussia Dortmund, o único zagueiro disponível no elenco profissional é Tomori, o que deve levar Krunic a ser improvisado no setor – tal qual ocorreu em parte do duelo com os alemães, pela Champions League.

Entre os adversários enfrentados ao menos cinco vezes pelo Frosinone na Serie A, o Milan é um dos quatro que o time gialloblù jamais derrotou – ao lado de Napoli, Roma e Inter. Além disso, os comandados de Eusebio Di Francesco vêm de quatro derrotas consecutivas como visitantes. Os canários, entretanto, sonham com a façanha em San Siro. Afinal, o ótimo começo de campeonato já lhes rendeu 18 pontos em 13 jogos e representa um recorde do clube. Nas duas temporadas anteriores que os ciociari disputaram a principal divisão do futebol italiano, tal pontuação havia sido atingida na 23ª e na 30ª rodada, em 2015-16 e 2018-19, respectivamente.

Demais jogos

Sábado, 2/12, 11h
Genoa x Empoli

Sábado, 2/12, 14h
Lazio x Cagliari

Domingo, 3/12, 8h30
Lecce x Bologna

Domingo, 3/12, 11h
Fiorentina x Salernitana
Udinese x Verona

Domingo, 3/12, 14h
Sassuolo x Roma

Segunda, 4/12, 16h45
Torino x Atalanta

Compartilhe!

Deixe um comentário