Serie A

Pro Vercelli, relembrar é preciso

Quem hoje vê o malogrado time que há uma década briga para ficar na metade de cima da tabela da Serie C2 custa a crer que, este mesmo clube, ostenta tantos scudetti quanto outras equipes tradicionais, como Lazio, Fiorentina, Sampdoria e Napoli. Somadas. Com 7 títulos conquistados, a squadra da região de Piemonte é a 5ª maior campeã da história do campeonato italiano, empatada com Bologna e Torino.

Tudo começou em 1908, quando a Pro Vercelli se sagrou campeã da segunda divisão italiana pela segunda vez consecutiva – apesar do título conquistado em 1907, o clube continuou no escalão secundário – e, não satisfeita, abocanhou o título da primeira divisão no mesmo ano, de forma invicta, ajudada pela exclusão de vários times e desistência de outros, fazendo com que o campeonato se resumisse a três clubes: além dos leoni, Milanese e Andrea Doria eram os participantes. No ano seguinte, porém, todos os clubes se fizeram presentes na disputa e a Pro Vercelli, batendo Juventus, Torino, Genoa e Milanese, ratificou sua superioridade, conquistando o bicampeonato.

Em 1910, entretanto, os bianchi se desentenderam com a Internazionale sobre a data do jogo final e, desgostosos com a recusa dos milaneses na troca de data, foram a campo com o time de juniores do clube, perdendo a partida por 10 x 3. Como mais três scudetti vieram entre 1911 e 1913 – batendo Lazio e Venezia nas finais – esse fato impediu a Pro Vercelli de estabelecer o hexacampeonato consecutivo da primeira divisão, seqüência nunca conseguida na história do futebol italiano.

Após a pausa forçada pela 1ª Guerra Mundial, os leoni garantiram mais dois títulos, em 1921 e 1922. A partir daí, com a ascensão do profissionalismo e sem condições de competir contra a força de equipes de cidades maiores e mais ricas, a derrocada teve início. Ano após ano a colocação final da Pro Vercelli diminuía um ou dois postos, culminando com o esperado rebaixamento e a volta ao segundo escalão em 1935.

E só piorou: seis anos mais tarde, os piemontesi foram novamente rebaixados, dessa vez para a Serie C. Com a reestruturação do futebol italiano pós-2ª Guerra, foram resgatados de volta à B, o que não adiantou de muita coisa, já que três anos depois foram novamente rebaixados à Serie C e, 4 anos mais tarde, para a quarta divisão. Desde então a Pro Vercelli flutua entre quinta, quarta e terceira divisões, sendo rebaixada e promovida dentro de campo e nos tribunais várias vezes, incluindo uma queda para a absurda sétima divisão por problemas financeiros. Desde 1994 disputa a quarta divisão do campeonato italiano, a Serie C2.

Enfrentando times como Südtirol-Alto Adige e Rodengo Saiano, os bianchi seguem seu eterno calvário em busca das glórias de um passado que não volta mais. Mas sempre, ao vestirem a imponente camisa branca, sentirão o peso e o orgulho de envergarem a cruz de Savóia multicampeã da Itália. E isso, ninguém os irá tirar.

3 comentários

Deixe um comentário