Serie A

Quando ficar quieto é a melhor opção

Mentiroso e caluniador! Caluniador e mentiroso… Canalha!

A temporada era 2005/06. Um excelente – ou craque – Del Piero, já veterano, voava. Quem amarrava suas asas como a quem prendia uma calopsita num poste de alta tensão era o carrancudo Fabio Capello. O titular? Zlatan Ibrahimovic. Um jovem mala joga 10 no maior estilo “arrase no Winning Eleven”. Como avisado anteriormente, a temporada era a de 2005/06, mais especificamente no primeiro turno e, portanto, eu tinha apenas 13 anos.

Os 13 anos são, oficialmente, a entrada na adolescência. Nesta fase, mal vista por muitos (e justamente, na grande maioria dos casos), é aquela na qual o ser que domina um corpo mirrado e cheio de espinhas quer se afirmar no mundo. Uns, como eu, passam por síndromes de underground. E no undergroundismo de preferir um time italiano – no caso, a Roma – você – no caso, eu – quer mostrar que tem opinião, que sabe do que está falando. Ouve e toma como base, na sua televisão (sic) que ainda está acostumada a transmitir Bob Esponja, até os comentários de quem pronuncia co-te-jo e acha que isso é elegante.

E então, eis que um belo dia o ser mirrado e de espinhas que vos escreve se pseudo-revolta. Pseudo-revoltar-se, aliás, é um dos atos comuns na adolescência. E aí, querendo defender a tradição de um dos mitos da Serie A – confusamente chamada de calcio -, além de querer se mostrar acima da média de fãs virtuais e “modinha” do mundo, decide dar a própria opinião, ou algo parecido com isso. Aproveitando-se da má fase do jogador, popstar, ferinha, narigudo e sueco, ele – ou seja, eu – abre a boca.

“Esse Ibrahimovic é uma enganação! Só joga no Winning Eleven, sério! Vive daquele gol dele – ‘o do ano’ (cara de menosprezo) – pelo Ajax! Enganador! Sério, muito mentira.”

Apesar de não poder finalizar o texto de forma tocante e, portanto, sem palavras, vale destacar que na mesma temporada – e no mesmo turno – o sueco narigudo ainda destroçaria, ao lado do carrancudo Fabio Capello, a Roma do falastrão Totti. O Stadio Olimpico se calou no que seria um 4 a 1 histórico na casa dos giallorossi, praticamente vingando os 4-0 da temporada 2003/04. Estes cotejos, aliás, já foram reportados aqui. Calei a boca e até hoje engulo provocações sobre a besteira de ter falado demais.

4 comentários

  • Queria ter finalizado de forma tocante? Devia ter me perguntado:

    ORA – TUTTA QUANTA LA – CURVA – CANTERÀ PER TE – ZLATAN – SEI UN ZINGAROOOOOO – ZLATAN – SEI UN ZINGAROOOOOOOOOOOO

    Chielini, Mellberg, Sissoko e Poulsen têm um compromisso especial com a curva bianconera em due giornate da 08/09.

    falando sério, parabéns pelas palavras ribeirete(principalmente as da legenda da foto hehe), como sempre mandando muito bem 😀

Deixe um comentário