Categorias de base

Renovações

Enquanto o Milan renova com seus veteranos, a Inter rejuvenesce seu elenco (Associated Press)

Que o futebol italiano está longe de ser um dos que mais investem em jovens promessas já é sabido por quem acompanha as postagens do Quattro Tratti. Esta mentalidade ainda é arraigada na Itália, embora pouco a pouco alguns clubes comecem a trabalhar mais intensamente com jogadores mais jovens e alguns deles se destaquem.

Nesta pré-temporada, as movimentações de marcados chamam a atenção para a forma com alguns clubes tratam a questão. Para seu elenco principal, o Milan fechou as contratações de Marco Amelia (28 anos) Mario Yepes (34) e Sokratis Papastathopoulos (22), levando a média de idade do elenco a 29,1 anos – um número relativamente alto.

Um número que a diretoria do clube parece não querer diminuir, já que renovou os contratos dos veteranos Pippo Inzaghi (37, contrato até 2011), Christian Abbiati (33, até 2013), Massimo Oddo (34, até 2012) e Gianluca Zambrotta (33, até 2012). Início de trabalho pouco animador para Massimiliano Allegri, que costumava tirar leite de pedra no Cagliari, mas sempre contou com elencos jovens. Uma outra questão que pode ser levantada é a qualidade do grupo que está sendo construído neste momento em Milanello.

Na Milão nerazzurra, a média de idade também não é baixa: atinge 28,58 anos, considerando as novas contratações e excluindo os que não ficarão no elenco interista para a disputa da atual temporada. Porém, a política da Inter no que diz respeito a manutenção de seu elenco parece diametralmente oposta àquela exercida por Silvio Berlusconi, Adriano Galliani e Ariedo Braida no clube rossonero. Embora alguns “senadores” tenham renovado com o clube na última temporada e Diego Milito (31) deva acertar novo contrato até 2014, o clube tem investido mais fortemente na formação de novos jogadores desde a gestão de José Mourinho. Neste período, surgiram jogadores como Davide Santon (19), Rene Krhin (20), Vid Belec (20) e Mattia Destro (19, emprestado nesta semana ao Genoa). Isto sem falar em Mario Balotelli (19), uma das maiores revelações do futebol nacional nos últimos anos.

Além de começar a fortalecer ainda mais suas divisões de base, a Inter também tem feito contratações que levam em consideração a margem de crescimento dos jogadores. Entre as últimas contratações da Inter, apenas o goleiro Luca Castellazzi (35) é veterano. Para posições em que o elenco tem jogadores mais experientes, como no próprio gol e na defesa, a Inter se prepara para o futuro: o goleiro Emiliano Viviano (25), um dos destaques do Bologna, é de propriedade do clube, e pode ser integrado ao elenco em casos de necessidade. Na defesa, além de Santon, a Beneamata acertou com Marco Faraoni (19), proveniente da Lazio e com passagens pelas seleções italianas de base; Simone Benedetti (18), do Torino e da Azzurra sub-18. além de Andrea Ranocchia (22), destaque pelo Bari em duas temporadas e um dos jovens zagueiros mais cotados para serem convocados por Cesare Prandelli na renovação da seleção italiana. Ranocchia, porém, ficará emprestado ao Genoa por uma temporada.

No meio-campo, McDonald Mariga (23) já havia sido contratado na última temporada, enquanto o brasileiro Philippe Coutinho (18) dá uma opção interessante a Sneijder para os próximos anos, caso confirme seu talento. Para o ataque, Jonathan Biabiany (22), formado no vivaio do clube, foi trazido de volta ao clube após uma temporada muito satisfatória no Parma e ganhará oportunidades com Rafa Benítez. Se a Inter olha para o futuro e diversifica seu elenco, percebendo que deve haver renovação, o Milan parece conservar um passado que se torna cada vez mais sombrio para o presente do clube.

2 comentários

  • A Inter vem mostrando que quer continuar sendo a potencia da Italia, a Roma mesmo com seus problemas financeiros, ainda tem um bom time, nao contrata grandes jogadores mas contrata bem.
    Estou ansioso pra ver como sera a temporada na Juve, o time esta ficando interessante, esse negocio de deixar a equipe mas italiano eu acho legal.
    Quando acabou a temporada pensei que o Milan iria atraz de jovens nomes promissores, tipo Deffour, Hazard, Rakitic, Hernanes, Marcus Berg, Bocchetti entre outros, mas com Berlusconi por la acho que o glorioso time do Milan só tem um destino, e nao é dos melhores.

Deixe um comentário