Serie A

Muita coisa resolvida

Rolando Bianchi e Franco Lerda, a dupla que comanda a reação do Torino, dentro e fora de campo respectivamente (Torinofc.it)

No início do mês, quando falávamos de Serie B, o panorama era muito semelhante ao atual. As vagas diretas para a Serie A estão praticamente definidas para Siena (1°, 73) e Atalanta (2°, 71), que já podem confirmar o acesso direto no próximo final de semana e só perdem a posição se acontecer um desastre nas últimas quatro rodadas. No restante da tabela, a briga permanece intensa e vagas para os play-offs de acesso e descenso estão abertas. A incoveniente briga pelo rebaixamento teve a recuperação da Triestina (21°, 37), que deixou o último posto para o Frosinone (22°, 35).

A Atalanta, até então líder, foi ultrapassada pelo Siena na 36ª rodada. As duas equipes se encontram em situação bastante confortável, pois mantêm uma vantagem de pelo menos dez pontos em relação ao Varese (3°, 61), terceiro colocado. Porém, com a diferença de dois pontos entre os líderes, a briga pela taça promete ser quente nas últimas quatro rodadas, quando os postulantes ao título jogarão duas partidas fora e duas em seus domínios.

Os nerazzurri de Bergamo levam certa vantagem, pois enfrentarão adversários mais fracos e que vêm em pior momento na Serie B, como Portogruaro, AlbinoLeffe, Cittadella e Grosseto, mas que podem surpreender porque ainda tem interesse em escaparem da degola. Já o Siena, que enfrenta Ascoli e AlbinoLeffe, em situação difícil, e Varese e Torino, postulantes aos play-offs, confia no embalo de Emanuele Calaiò, que, na rodada do final de semana, em um jogo difícil contra o Novara, anotou uma doppietta e atingiu a marca de cem gols na carreira – nessa temporada são treze.

Varese (3°, 61) e Novara (4°, 61) seguem com posição bastante tranquila e já têm praticamente asseguradas duas das quatro vagas para os play-offs do acesso. A grande curiosidade que une as duas equipes é que ambas subiram da Lega Pro esse ano e fazem campanhas muito boas – sendo as grandes surpresas na Serie B 2010-11. Caso os varesinos consigam o acesso, seria a segunda vez que o clube conseguiria a dupla promoção em sua história.

Entretanto, a briga na tabela começa na quinta colocação, atualmente ocupada pela Reggina (5°, 53). Atrás da Reggina está o Torino (6°, 53), que viveu situação curiosa na atual disputa da Serie B: começou treinado por Franco Lerda, que foi substituído por Giuseppe Papadopulo e, depois de dois jogos e dois tropeços, o primeiro retornou ao comando do Toro. Com a volta de Lerda ao comando, os granata não perderam mais e têm três vitórias e três empates nas últimas seis partidas – o que, por enquanto lhe garante uma das vagas para os play-offs. O crescimento de produção do atacante Rolando Bianchi, capitão e artilheiro, com 18 gols, também ajudou muito na recuperação da equipe.

O Pescara (7°, 52) pode ser a surpresa dos play-offs: se aproveitou do equilíbrio da competição e, com três vitórias nos últimos cinco jogos, aproximou-se da disputa por uma das quatro vagas para os play-offs do acesso. Porém, Padova (8°, 50), Livorno (9°, 50), Crotone (10°, 50), Empoli (11°, 49), Vicenza (12°, 49), Modena (13°, 48) e Grosseto (14°, 48) estão na cola. Entre as equipes, o Vicenza vive o pior momento por ter feito apenas um ponto nas últimas quatro partidas. O mau desempenho ocorre mesmo com Abbruscato, artilheiro da equipe com 16 gols, e que marcou duas vezes no período. Por outro lado, o Crotone não perde há cinco jogos, tempo em que venceu quatro e teve crescimento de seu melhor marcador: Aniello Cutolo, autor de 13 gols na Serie B, sendo cinco tentos na arrancada rossoblù.

Mais atrás, já com o foco na fuga do rebaixamento, estão Sassuolo (15°, 45), Cittadella (16°, 44), Ascoli (17°, 43), Albinoleffe (18°, 43) e Piacenza (19°, 43) – os dois últimos, atualmente, ocupando as duas vagas do play-out do descenso. O Piacenza esperava ter Daniele Cacia, ex-artilheiro da competição, como motor de uma reação, mas o atacante não marcou depois de voltar de quatro jogos de suspensão e, para piorar, ainda foi expulso na última rodada. Já o Cittadella vai fugindo da terrível disputa embalada pelos gols de Federico Piovaccari, que assumiu a artilharia ao marcar cinco dos últimos seis tentos dos granata e, agora, já balançou as redes 20 vezes nessa Serie B.

Depois dos últimos resultados, o Portogruaro (20°, 40) viu a Triestina (21°, 37) se aproximar. A equipe de Veneza só acumulou três entre os últimos 12 pontos possíveis, enquanto a rival conseguiu sete. A dupla sonha em escapar do rebaixamento direto para pelo menos ter uma chance no play-out. O Frosinone (22°, 35), pelo número de pontos, não está tão longe dos rivais, porém o retrospecto recente é muito ruim. Os canários não vencem há sete jogos e, por isso, o rebaixamento parece inevitável.

Deixe um comentário