Liga dos Campeões

Com show de Dybala e Dzeko, Juve e Roma vencem fácil na terça de Champions League

Gols, vitórias e tranquilidade para os times italianos nesta terça. Jogando contra adversários frágeis na Champions League, Juventus e Roma contaram com três gols de Dybala e de Dzeko para decolarem na competição. Coitados de Young Boys e Viktoria Plzen, que tiveram de lidar com a verve goleadora dos artilheiros.

A Juve não encontrou qualquer dificuldade para bater o Young Boys, no duelo da fase de grupos que reuniu os times cujas sedes são mais próximas – apenas 319 quilômetros separam Turim de Berna, capital da Suíça. Sem Cristiano Ronaldo, expulso contra o Valencia, a estrela foi Dybala, que se tornou o quarto jogador a marcar uma tripletta pela Juventus na Liga dos Campeões – igualando-se a Pippo Inzaghi, Alessandro Del Piero e Arturo Vidal.

Com a ausência do português e a intenção de poupar Chiellini, Allegri mudou o esquema juventino para um 3-4-1-2, aproximando Bernardeschi, Dybala e Mandzukic. Mais perto do gol, o camisa 10 bianconero deixou sua marca logo aos 3 minutos: Bonucci lançou do meio-campo para a infiltração de La Joya pelas costas de Camara. Sem deixar a bola cair, o argentino completou de primeira. O segundo veio aos 33, quando a Juventus traduziu o imenso domínio em mais uma bola nas redes. Aproveitando rebote do goleiro Von Ballmoos em chute forte de Matuidi, Dybala só empurrou para o gol.

Na segunda etapa, a Velha Senhora continuou dominante, sempre com Dybala. O argentino acertou a trave, aos 49, e depois sofreu uma dura entrada na área, que o árbitro Sergei Karasev não considerou como pênalti. Mesmo assim, La Joya estava imparável. Após uma bela jogada coletiva bianconera, o argentino completou passe rasteiro de Cuadrado com um carrinho e ganhou o direito de levar a bola para casa. A expulsão do zagueiro Camara, pouco depois do terceiro, jogou a pá de cal em qualquer tentativa do Young Boys de reduzir a desvantagem.

Com o resultado, a Juve se isola na liderança do Grupo H, com seis pontos. O Manchester United tem 4, seguido por Valencia (1) e Young Boys (0).

Dzeko, o carrasco do Viktoria Plzen (LaPresse)

A Roma, por sua vez, contou com seu goleador para triturar o Viktoria Plzen, batido por 5 a 0 no Olímpico. Dzeko é um notório carrasco da equipe checa, contra a qual marcou oito gols, contando a tripletta desta terça. Com a camisa romanista, por exemplo, o bósnio já havia feito um hat-trick contra o adversário de hoje, na edição 2016-17 da Liga Europa.

O show da Roma começou aos 3 minutos, assim como o da Juventus. Kolarov passou em profundidade para Dzeko, que recebeu livre na entrada da área e bateu cruzado para vencer o goleiro Kozácik. A Loba poderia ter ampliado na etapa inicial com Ünder, que acertou o travessão, e com Florenzi, que parou no arqueiro adversário. O segundo, porém, teve a assinatura do artilheiro, aos 40: Ünder cruzou com perfeição para que Dzeko dominasse no peito e fuzilasse.

Após o intervalo foi Ünder que acabou com o jogo. O turco marcou o terceiro após receber passe de Pellegrini e deslocar Kozácik, e ainda participou do quarto tento, sendo o autor da finalização que originou o rebote para Kluivert anotar. Nesse meio tempo, Kozácik ainda negou a tripletta de Dzeko, com uma ótima defesa com o pé. Insistente, o bósnio anotou o terceiro já nos acréscimos, decretando o placar final.

Com a goleada, a Roma é a vice-líder do Grupo G, que tem uma surpresa na ponta: o CSKA Moscou ocupa o topo, com 4 pontos (depois de empatar com o Plzen e vencer o Real Madrid). Romanos e madridistas têm 3 pontos, enquanto o Viktoria tem apenas 1.

Deixe um comentário