Serie A

Cotado para voltar ao Milan, Zlatan Ibrahimovic teve longa trajetória na Itália; relembre



Um dos melhores atacantes do século XXI, Zlatan Ibrahimovic tem uma trajetória incrível dentro do futebol europeu. Com passagens por clubes de expressão, como Ajax, Paris Saint-Germain e Manchester United, “Ibracadabra” também deixou sua marca nos três gigantes italianos: Juventus, Inter e Milan.

Mesmo aos 38 anos, o craque sueco ainda é capaz de atuar em alto nível. Seu último clube foi o Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos. Atuando na Major League Soccer pelo time da Califórnia, Ibrahimovic fez 52 gols em 56 partidas. Em setembro, em uma vitória do Galaxy sobre o Sporting Kansas City por 7 a 2, Ibra marcou três gols e se autoproclamou como “o melhor jogador de todos os tempos na MLS”.

Depois de passar duas temporadas em uma liga do terceiro escalão do futebol mundial, o sueco anunciou a sua saída do Los Angeles Galaxy recentemente e quer voltar a atuar em um grande clube do continente europeu. Um dos mais cotados para acolhê-lo é o Milan, time que o craque defendeu de 2010 a 2012.

Segundo o jornal italiano Gazzetta dello Sport, a ideia dos dirigentes do Milan é oferecer ao atacante um contrato curto, de seis meses, que duraria até o final da atual temporada, com possibilidade de renovação por mais um ano. Don Garber, comissário da MLS, disse em entrevista à ESPN norte-americana que Ibrahimovic está muito próximo do time rossonero e ainda fez elogios ao jogador.

“Zlatan é um personagem interessante, ele me mantém muito ocupado e você precisa desses jogadores aqui, como ocorreu com Beckham anos atrás. Ele tem 38 anos e agora está sendo sondado pelo Milan, um dos clubes mais populares do mundo. Ele bateu quase todos os recordes de gols marcados em apenas dois anos. Espero vê-lo retornar à MLS, mas isso depende do Galaxy: fiquei feliz em tê-lo aqui e gosto dos momentos com ele, principalmente quando ele fala na terceira pessoa”, brincou Garber.

Juventus foi o primeiro clube italiano de Ibra (AFP/Getty)

Última passagem de Ibrahimovic em um clube de ponta da Europa

A última temporada de Ibrahimovic em um clube de peso na Europa foi a de 2017-18, quando atuava pelo Manchester United — e não foi das melhores, apesar de alguns problemas físicos terem influenciado negativamente em suas performances. De acordo com dados estatísticos encontrados no portal Infogol, o craque sueco jogou apenas cinco partidas da Premier League naquela campanha e não marcou nenhum gol, algo fora da curva em sua carreira. Na temporada anterior da mesma competição, ele havia feito 17.

Segundo o jornal Daily Mail, o Manchester United sondou a situação de Ibrahimovic junto ao Galaxy para um possível retorno do jogador aos Red Devils. No entanto, Ole Gunnar Solskjaer, treinador do Manchester United, não é muito afeito à ideia da volta de Ibra ao clube inglês.

Em agosto deste ano, em uma entrevista para jornalistas ingleses, Solskjaer já havia declarado que não era favorável a uma segunda experiência do jogador no United. “Se ele tivesse 28, e não 38 no próximo mês… Há uma grande diferença. Zlatan teve uma ótima passagem por aqui e ele está indo bem [agora]. Infelizmente ele teve uma lesão aqui. Quem sabe, ele tem meu número, ele sabe onde é minha casa. Nós podemos falar o idioma nativo”, comentou o técnico. “Eu não acho que isso vai acontecer [Ibrahimovic voltar ao United]. Eu acho que ele já teve seu momento aqui e um período fantástico no clube”, completou.

Em três anos de Inter, Ibrahimovic empilhou títulos (AFP/Getty)

Período no futebol italiano

Ibrahimovic conseguiu algo muito improvável na carreira de um jogador de futebol: se destacar nos três principais times da Itália e ainda deixar saudades. Só 11 jogadores vestiram as camisas de Juventus, Inter e Milan.

Seu primeiro time na Itália foi a Juventus. Ele chegou ao clube de Turim em 2004 como uma das grandes promessas do futebol mundial, e era proveniente do Ajax, da Holanda. Logo em seu primeiro ano no futebol italiano o craque foi eleito pelo jornal La Gazzetta dello Sport como o melhor jogador da Juventus na temporada 2004-05, campanha que rendeu ao clube de Turim o scudetto — o título viria a ser revogado posteriormente, assim como o da temporada seguinte. Ao todo, Ibra marcou 26 gols e forneceu 17 assistências.

Em 2006, com a Juventus envolvida em escândalos de resultados, Ibrahimovic recebeu uma proposta para se transferir para a Inter. Até pelo grande nível de rivalidade entra as equipes, muitos acharam na época que o sueco havia tomado uma decisão equivocada. Porém, Ibracadabra teve uma das melhores fases de sua carreira na Beneamata e ficou no clube de Milão até 2009. Nesse período, ele ajudou o time a conquistar três scudetti, em 2007, 2008 e 2009, e anotou 66 gols em 117 partidas.

Após brilhar no futebol italiano e ter sido artilheiro da Serie A na temporada 2008-09, com 25 tentos, Ibrahimovic se transferiu para o Barcelona. Mas a passagem do atacante no futebol espanhol durou pouco tempo por conta de muitas discussões com o técnico Pep Guardiola, que comandava o time catalão naquela época.

Sendo assim, o Barcelona se viu obrigado a emprestar Ibrahimovic para algum clube na temporada 2010-11. Como o Milan era um dos interessados no negócio e o atacante tinha o desejo de voltar ao futebol italiano, o negócio se concretizou rapidamente. Pelo clube rossonero, Ibra foi vital na conquista do seu último título de Serie A, em 2011. Após o scudetto, o Milan investiu em sua permanência e o comprou do Barcelona.

Apesar de não ter conseguido conquistar o bicampeonato da Serie A com o Milan na temporada 2011-12, o craque marcou 28 gols em 34 partidas e foi o artilheiro da competição, jogando um futebol muito acima da média. No final daquela temporada, o Milan recebeu uma oferta do Paris Saint-Germain e cedeu o jogador ao clube francês por “apenas” € 20 milhões, algo que deixou muitos torcedores do time rossonero revoltados na época – embora a situação financeira da agremiação milanesa tenha pesado para que o negócio acontecesse. Terminava, então, a sua trajetória no futebol italiano.

Ibrahimovic jogou dois anos pelo Milan, período em que foi campeão e artilheiro da Serie A (AFP/Getty)

Amor pelo Milan pode ser decisivo para Ibra voltar à Serie A italiana

Nas últimas semanas, surgiram boatos sobre o possível retorno de Ibrahimovic ao Milan – com o Bologna correndo por fora. Uma coisa é certa: Ibrahimovic guarda um carinho muito grande pelo time rossonero e pela Itália, onde ele viveu o seu auge como atleta. “É o maior clube pelo qual já joguei, e não queria ter saído. Eu amo o Milan. Quando saí, não foi uma escolha minha”, disse Ibrahimovic, em entrevista para o canal Mediaset, em 2016.

Mas muita coisa mudou desde a última passagem do atacante pelo Milan. Atualmente, o clube rossonero atravessa uma grande crise e deixou de ser protagonista do futebol italiano e europeu há alguns anos, apesar de sua enorme tradição.

Após 12 rodadas disputadas, o Milan ocupa a 13ª colocação na tabela da Serie A e tem um dos piores ataques da competição, com apenas 11 gols marcados. Portanto, mesmo aos 38 anos, Ibrahimovic pode ser muito útil aos milanistas em um eventual retorno.



Deixe um comentário