Serie A

Decisivo clássico entre Milan e Juve movimenta a 31ª rodada do Italiano; confira a prévia



A 30ª rodada da Serie A deixou a Juventus em uma situação inédita neste campeonato: pela primeira vez, tem uma vantagem de sete pontos na liderança. O Milan também vive momento único. Após bater a Lazio com autoridade, atravessa um período de rara tranquilidade, com quatro pontos a mais que o Verona, maior ameaça a uma vaga na Liga Europa. É a manutenção desse status que estará em disputa no clássico entre as equipes, nesta terça, pela 31ª jornada.

Além do claro papel de destaque exercido pelo duelo de gigantes, a rodada do meio de semana terá um confronto importante entre Verona e Inter, que precisam vencer para continuar sonhando com objetivos cada vez mais distantes. Por sua vez, a Lazio busca reação contra um Lecce que quer escapar do rebaixamento. Confira a nossa prévia.

O jogão

Milan x Juventus

Data e horário: terça, 7/7, 16h45
Transmissão: Rai e Bet365

Milan e Juventus estão num bom momento na Serie A. Por um lado, os rossoneri balançam as redes adversárias há 12 jogos seguidos, o que não ocorria desde 2017; por outro, os juventinos marcaram pelo menos dois gols em cada um de seus sete compromissos mais recentes, estabelecendo a sua melhor sequência desde 2018. Em 2020, as equipes também têm as defesas menos vazadas do campeonato: a Juve sofreu nove gols e o Milan levou 12, sendo que permitiu apenas 28 finalizações de seus adversários.

Por todas essas estatísticas, a impressão inicial nos levaria a crer numa disputa equilibrada. Porém, o Milan não tem feito valer o seu histórico de maior carrasco da Juventus na Serie A, com 49 vitórias e 215 gols marcados. Os rossoneri perderam 13 dos 14 últimos compromissos com a Velha Senhora, sendo incapazes de marcar gols em quatro dos seis mais recentes clássicos disputados em San Siro. Para piorar, Pioli tem o seu pior retrospecto como treinador justamente contra a Juventus: 11 derrotas e nenhuma vitória em 14 partidas. Quais narrativas cairão por terra nesta terça?

Prováveis escalações

Milan: Donnarumma; Conti, Kjaer, Romagnoli, Hernandez; Kessié, Bennacer; Saelemaekers, Bonaventura, Lucas Paquetá; Ibrahimovic.

Juventus: Szczesny; Cuadrado, Rugani, Bonucci, Danilo; Rabiot, Bentancur, Matuidi; Bernardeschi, Higuaín, Ronaldo.

Fique de olho

Sob exame: Conte e a Inter estão sendo contestados após o tropeço contra o Bologna (LaPresse)

Terça, 7/7, 14h30

Lecce x Lazio

Pouco antes do clássico em Milão, a Lazio entra em campo no Via del Mare, abrindo a rodada contra o Lecce. O frágil time salentino é o adversário ideal para os celestes se redimirem: tem a segunda defesa mais vazada após 30 rodadas da Serie A, com 70 gols sofridos, e em toda a história, só o Pro Patria de 1955-56 teve mais bolas dormindo no fundo de suas redes. Com seis derrotas seguidas, o Lecce não dá sinais de que possa reagir e escapar do rebaixamento, ainda que o técnico Liverani (ex-jogador da Lazio) consiga fazer sua equipe mostrar um bom futebol do meio para frente.

Inzaghi contará com o retorno de Immobile e Caicedo, atacantes que fizeram muita falta contra o Milan e que podem fazer com que a Lazio amplie sua sequência positiva contra times provenientes da segunda divisão: são 15 partidas de invencibilidade, com 13 vitórias no período. Ciro, em especial, tem uma excelente média de gols contra caçulas: marcou 21 vezes em 19 confrontos, entre os quais um sobre o próprio Lecce, no primeiro turno. Olho no artilheiro do campeonato.

Quinta, 9/7, 16h45

Verona x Inter

O Verona vem fazendo uma campanha surpreendente na Serie A e pode coroá-la com o encerramento de um longo jejum: desde 1992 não vence a Inter, que bateu apenas quatro vezes em 57 confrontos pelo campeonato. A Beneamata é a maior algoz do Hellas na história da competição e o time de Juric precisa superá-la se quiser se aproximar do Milan, sétimo colocado. Para tal, os butei contam com o ótimo desempenho caseiro no torneio: 27 dos seus 42 pontos foram obtidos no Bentegodi.

Nas últimas rodadas, a Inter vem derrapando: perdeu três dos sete jogos mais recentes, igualando o número de derrotas sofridas nos 35 compromissos anteriores. Parte dessa queda de rendimento tem se devido às viradas que os nerazzurri permitiram aos adversários: só Torino e Brescia foram superados mais vezes dessa forma. A surpreendente derrota contra o Bologna, no domingo, fez o nível de alerta em Appiano Gentile passar de laranja para vermelho, o que obriga os comandados de Conte a darem uma resposta à altura da emergência. Lautaro, em especial: o argentino não marca há quatro partidas e vive o seu segundo maior jejum desde que chegou à Itália.

Demais partidas

Quarta, 7/7, 14h30
Fiorentina x Cagliari
Genoa x Napoli

Quarta, 7/7, 16h45
Atalanta x Sampdoria
Bologna x Sassuolo
Roma x Parma
Torino x Brescia

Quinta, 7/7, 14h30
Udinese x Spal



Deixe um comentário