Serie A

Em Turim e Roma, duelos de grande rivalidade movimentarão a 3ª rodada do Italiano

Depois de duas rodadas bem agitadas e uma média de 3,75 gols por jogo, a Serie A terá mais um fim de semana de tirar o fôlego. Numa jornada que antecede a data Fifa, teremos os jogaços entre Juventus e Napoli e Lazio e Inter, times que brigarão por postos na parte de cima da tabela durante toda a competição. Por conta do surto de covid-19 no elenco do Genoa, a partida entre os grifoni e o Torino foi adiada pela liga e, por isso, teremos apenas nove confrontos entre sexta e domingo. Confira a prévia.

O jogão

Domingo, 4/10, 15h45

Juventus x Napoli

A Juventus de Pirlo chamou a atenção na estreia, contra a Sampdoria, mas decepcionou ao jogar mal e empatar com a Roma graças a dois gols de Ronaldo. Já o Napoli de Gattuso mostrou consistência e agradou contra Parma e Genoa: foram oito gols marcados e nenhum sofrido. O momento é bom para os azzurri, que sonham em bater a Velha Senhora pela segunda vez consecutiva, o que não ocorre desde 2011. A equipe do sul precisará driblar a ausência do lesionado Insigne, mas poderá contar com o bom entrosamento mostrado por Zielinski, Lozano, Mertens e o nigeriano Osimhen, reforço mais caro da história do clube.

Para superar o amigo Gattuso, com quem dividiu o meio-campo no Milan e na seleção italiana, Pirlo propõe um toque de bola típico de quando era atleta: nas duas primeiras rodadas, a Juve trocou 665 passes em média, superando o seu recorde de 580, obtido em 2017-18. Vale lembrar que o treinador terá jogadores mais capazes de colocar essa ideia em prática do que os que teve como titulares até agora – McKennie e o suspenso Rabiot. Com Bentancur e Arthur na meiuca, oferecendo suporte a Ramsey, se desenha um interessante duelo com Ruiz, Demme e Zielinski.

Prováveis escalações

Juventus: Szczesny; Danilo, Bonucci, Chiellini; Cuadrado, Bentancur, Arthur, Frabotta; Ramsey; Kulusevski, Ronaldo.

Napoli: Meret; Di Lorenzo, Manolas, Koulibaly, Mário Rui; Ruiz, Demme, Zielinski; Lozano, Osimhen, Mertens.

Fique de olho

Hakimi e Lautaro: dois dois jogadores mais importantes da Inter neste início de Serie A (Insidefoto)

Domingo, 4/10, 7h30

Atalanta x Cagliari

Nos últimos anos, poucos times foram capazes de tirar a Atalanta dos eixos e ameaçá-la. O Cagliari, por incrível que pareça, foi o maior carrasco nerazzurro de 2017 até aqui: venceu quatro dos seis últimos duelos contra a Dea, sendo três deles em Bérgamo. Os sardos farão história se conseguirem triunfar novamente, já que nunca foram capazes de vencerem um mesmo adversário quatro vezes seguidas como visitantes. Por outro lado, se não sair do Gewiss Stadium com os três pontos, Di Francesco se tornará o primeiro técnico dos casteddu a ficar sem vitórias nas três primeiras rodadas desde Rastelli, em 2016.

Por enquanto, Di Francesco vem sofrendo para adaptar seu estilo propositivo a um elenco moldado pelos métodos reativos de Maran e vê seu time ter a segunda menor posse de bola do campeonato, até agora. Já seria natural enfrentar dificuldades iniciais, mas vamos combinar que o calendário foi ingrato para o Cagliari. Os isolani encararam Sassuolo e Lazio, e agora enfrentarão a Atalanta – simplesmente, três dos times mais agressivos da Itália. A fome de gols atalantina, inclusive, fez com que a equipe bergamasca, de forma inédita, marcasse quatro tentos em seus dois primeiros compromissos da Serie A. Com um Gómez imparável e segurando o posto de terceiro maior artilheiro deste confronto, o favoritismo é todo da Dea.

Domingo, 4/10, 10h

Lazio x Inter

Além do bom jogo entre Atalanta e Cagliari, a manhã de domingo terá um jogaço no Olímpico. A Lazio não começou bem na Serie A e vem de uma derrota acachapante para a Atalanta, enquanto a Inter mostrou um arsenal fortíssimo no ataque, mas preocupou os torcedores com erros na defesa. Enfrentar o time de Simone Inzaghi será um teste importante para o time de Conte. Afinal, o ataque celeste é muito forte e conta com Luis Alberto, líder em assistências do último campeonato, e Immobile, artilheiro da Europa com 35 gols.

Por outro lado, Inzaghi nunca conseguiu fazer os aquilotti vazarem a Beneamata em jogos do primeiro turno do campeonato e, com a camisa capitolina, Immobile só venceu a zaga nerazzurra a partir de penalidades. Lukaku, por sua vez, também não encontrou a felicidade contra a Lazio desde que chegou à Itália. O belga continua sendo a maior esperança da Inter, embora Martínez tenha começado 2020-21 em excelente forma. Com a dupla em alta, são boas as chances de os milaneses darem prosseguimento à sequência positiva contra os biancocelestes.

Demais partidas

Sexta, 2/10, 15h45
Fiorentina x Sampdoria

Sábado, 3/10, 10h
Sassuolo x Crotone

Sábado, 3/10, 15h45
Udinese x Roma

Domingo, 4/10, 10h
Benevento x Bologna
Parma x Verona

Domingo, 4/10, 13h
Milan x Spezia

Deixe um comentário