Serie A

Crônicas de Turim

Temporal desaba em Turim e impede prosseguimento de partida entre Torino e Reggina. Toro é líder e terá semana crucial para saber se fica no grupo dos times que sobem direto à elite (LaPresse)

Colaboração de Thiéres Rabelo

Se na Serie A os olhos estão voltados para Turim, com o time alvinegro podendo voltar a vencer um scudetto, na Serie Bwin a localidade para a qual todos olham com atenção não muda. O Torino, mesmo tendo dois jogos sem resultados definidos, por questões judiciais, está cada dia mais próximo do retorno à elite.

Mesmo que o duelo contra a Reggina, no Comunale, tenha sido interrompido no intervalo, porque a forte chuva deixou o campo impraticável, os granata contaram com tropeços das três equipes que vêm logo atrás na classificação. Os 45 minutos restantes do jogo, que tinha o placar de 1 a 0 para o líder do campeonato, serão disputados no dia 25 deste mês.

Além de esperar para confirmar os três pontos contra a Reggina que, até então, estão em suas mãos, o Toro ainda deve esperar que a justiça desportiva confirme, também, os três pontos contra o Padova, na polêmica partida da 18ª rodada, no início de dezembro. À época, a partida foi interrompida por uma falta de energia e, posteriormente, finalizada. Em campo, o Padova, dono da casa, venceu por 1 a 0, mas a Justiça puniu o Padova pelo incidente que interrompeu o jogo, dando a vitória por 3 a 0 para o Torino. O Padova entrou com recurso contra a decisão e os dois times aguardam a decisão, que deve sair nesta quinta-feira.

Portanto, na melhor das hipóteses, o Toro pode chegar aos 69 pontos, a cinco do vice-líder e a seis do terceiro, ficando muito perto do acesso direto. Mas, igualmente, o clube granata corre o risco de perder esses seis pontos, caso perca o recurso judicial e sofra uma virada da Reggina na complementação do jogo. Neste caso, o time voltaria aos 63 e poderia, até mesmo, cair para a zona de play-off. Na próxima rodada, há o confronto direto contra o Sassuolo, vice-líder, em Turim. Caso perca o recurso no tribunal, o confronto de segunda-feira terá a equipe neroverdi da província de Modena como líder, o que deixaria as coisas ainda mais interessantes.

Quem “ajudou” o Toro foram seus próprios rivais diretos. O Sassuolo empatou pela segunda rodada seguida, ao não conseguir sair do zero contra o Modena, no dérbi da região. O Hellas Verona, que havia vencido as duas anteriores e havia se aproximado do líder, perdeu fora de casa para o Brescia, por 2 a 1, após segurar o empate até os 46 do segundo tempo no dérbi do Lago. O chileno Nicolás Córdova fez o gol da vitória com um golaço de falta no final. O Pescara, quarto colocado, caiu para a Varese fora de casa, de virada, por 2 a 1, em seu segundo tropeço consecutivo. Assim, nada mudou no grupo dos quatro primeiros, com o Torino com 66, o Sassuolo com 64, o Verona com 63 e o Pescara com 62.

Outra disputa que segue acirrada é a da zona de play-off. Enquanto Padova (56), Varese (55) e Brescia (53) venceram, a Sampdoria (51), que vinha de uma boa seqüência e estava a um ponto da zona, perdeu para o Crotone fora de casa, por 1 a 0 com um gol aos 49 do segundo tempo e caiu uma posição, a quatro pontos do primeiro time dentro da zona, a Varese. O Padova, que bateu o Livorno fora de casa por 2 a 1, pode se assegurar na zona e ainda voltar à disputa da subida direta, em caso de vitória no recurso contra o Torino. O Brescia ganhou muita moral após vencer o dérbi contra o Verona e tem confrontos diretos nesta reta final para entrar de vez na zona.

Já na rabeira, quatro dos cinco últimos colocados perderam. O único que venceu foi a Nocerina, que bateu o Empoli em casa e, com seus 28 pontos, fica a quatro pontos do Vicenza, um dos dois times na zona de play-out da Lega Pro. O Empoli, primeiro time fora da zona, respirou aliviado com as derrotas da Ascoli e do Vicenza. Agora, a situação é a seguinte: o lanterna ainda é a AlbinoLeffe, com 25, seguida pelo Gubbio, que tem 27. A Nocerina chega aos 28, compondo o grupo dos três que, hoje cairíam diretamente. Nos play-outs, estariam Vicenza e Ascoli, ambos com 32 pontos.

1 comentário

  • Apesar da recuperação, a campanha da Samp é decepcionante…
    Já o Torino deve subir sem maiores problemas. Com o plantel que tem, acho que deveria estar até mais folgado na liderança.

Deixe um comentário