Categorias de base

Fique de olho: Guido Marilungo

A tradicional comemoração pela primavera, pronta para chegar à Serie A

Se a Sampdoria da última temporada não teve uma campanha inesquecível (terminou a Serie A em 13º lugar e foi vice-campeã da Copa), ao menos seu ataque serviu de alento no segundo semestre. Em janeiro, com a chegada de Pazzini, Cassano encontrou o parceiro ideal e a dupla se tornou uma das mais perigosas da Serie A. E o ataque deve ser de novo o ponto forte da Sampdoria versão 2009-10, sob o comando de Luigi Del Neri. A dupla terá companhia de um dos melhores jovens da geração italiana: Guido Marilungo.

Grande destaque da Samp campeã de Viareggio no ano passado, Marilungo foi também escolhido o melhor jogador do torneio de 2009. Trequartista adaptado às funções de segundo atacante em seu últimos dois anos na primavera, o habilidoso jovem de Montegranaro não encontrou muito espaço entre os profissionais na última temporada, algo que deve mudar a partir de setembro. Mesmo com a completa recuperação de Bellucci, Marilungo deve ser a primeira opção para substituir Pazzini, ainda que fazer o papel de centroavante fuja um pouco de suas características. Para manter o jogador nos planos, os blucerchiati recusaram propostas de empréstimo de clubes da Serie B.

Entre a primavera e os profissionais, a estreia de Marilungo na Serie A foi em janeiro passado, na derrota para o Palermo, no Marassi. Um mês depois, estaria presente na eliminação sofrida para os ucranianos do Metalist na Copa da Uefa. A vingança veio em abril: em sua primeira partida como titular na Serie A, marcou duas vezes contra o Cagliari, num 3 a 3 que ficou marcado como um dos grandes jogos do campeonato. Ainda faria outro gol antes do fim do campeonato, nos 5 a 0 contra a Reggina.

A confiança que o clube deposita em seu novo camisa 89 é prova do trabalho executado pela Sampdoria nos últimos anos em suas categorias de base. O planejamento adotado por Beppe Marotta, administrador-delegado blucerchiato, vê os jovens dorianos essenciais para o futuro do clube em curto prazo. Os primeiros bons frutos devem surgir nesta temporada: Marilungo puxará a fila que também conta com Fiorillo (goleiro), Cacciatore (zagueiro), Poli (regista) e Mustacchio (centroavante).

Em junho, Marilungo teve seu contrato estendido até 2014. Para uma Serie A em busca de novos atrativos, um prato cheio.

Guido Marilungo
Nascimento: 9 de agosto de 1989, em Montegranaro
Posição: atacante
Clube profissional: Sampdoria (desde 2008)
Seleções de base: Itália sub-20 (1 jogo)

Deixe um comentário