Outros torneios

Lega Pro: Bastidores vão a campo

Projeto? O presidente Giovanni Martinelli (esquerda) demitiu o treinador
Giuseppe Giannini. Hellas Verona recomeçará do zero (Fotoexpress)

Bastidores em destaque, nas terceira e quarta divisões italianas. A Comissão Nacional Disciplinar (CND) usou mão de ferro e combateu com perda de pontos as equipes que apresentaram irregularidades no ato de inscrição para os campeonatos. A tendência é que o panorama se agrave ainda mais, já que o Covisoc (orgão que verifica a situação financeira dos clubes) passará a fazer vistorias trimestrais. Um esforço louvável para que os clubes obriguem-se a ter equilíbrio, mas que também pode vir a falsear as competições em curso.

Outra faceta dos bastidores revela a total falência de outro dos projetos mais ricos da categoria: derrotado em Salerno, o Hellas Verona resolveu demitir o técnico Giuseppe Giannini, que chegou a Verona aclamado como novo Cesare Prandelli e deixou o cargo desprestigiado por todos. Agora, o clube scaligero se vê às voltas com a necessidade de reiniciar o trabalho com um novo treinador (Andrea Mandorlini) e um elenco caro e insuficiente – assim como Cremonese, Juve Stabia e Giulianova.

Prima Divisione, após 12 rodadas

Grupo A: Aqui, as punições da CND interferiram diretamente na tabela, entregando ao Sorrento a liderança que seria da Salernitana, que derrotou o abastado Hellas Verona e derrubou seu treinador. A Reggiana foi clamorosamente parada no dérbi contra o Ravenna. A Cremonese, equipe construída para vencer o campeonato, foi derrotada pelo Como. O Monza continua sendo um bom anfitrião para os adversários e a Paganese despencou para a lanterna.


Promoção direta: Sorrento (23 pontos)

Play-offs: Salernitana (21), Spal (20), Reggiana (19) e Alessandria (19)

Play-outs: Bassano Virtus (12), Como (12), Monza (12) e Ravenna (11)

Rebaixamento: Paganese (10)
Spezia e Ravenna têm um jogo a menos
Penalizados pela CND: Spal (-1) e Salernitana (-2)

Grupo B: A Nocerina perdeu a chance de desesperar ainda mais a Lucchese, contra quem recolheu apenas um ponto, mas contou com tropeços de todos os seus adversários diretos. A novidade é a volta do Virtus Lanciano para os play-offs, após um período difícil. Os cinco pontos de desconto custaram caro à Cavese, que voltou aos play-outs, mesmo em franca recuperação. Na lanterna, o Barletta continua distribuindo pontos a seus adversários.

Promoção direta: Nocerina (25 pontos)

Play-offs: Benevento (22), Atletico Roma (21), Gela (19) e Virtus Lanciano (18)

Play-outs: Lucchese (12), Ternana (12), Cavese (11) e Viareggio (10)

Rebaixamento: Barletta (8)
Atletico Roma, Juve Stabia, Ternana e Foligno têm um jogo a menos

Penalizados pela CND: Foggia (-1), Foligno (-1) e Cavese (-5)
Seconda Divisione

Grupo A, após 11 rodadas: A Pro Patria tenta a fuga na liderança, mas ainda é vigiada de perto por FeralpiSalò, Tritium e Pro Vercelli. A Sambonifacese se aproveitou dos vacilos (e da penalização) do Rodengo Saiano e roubou sua posição. Sacilese e Casale seguem no play-out e a Sanremese ainda não venceu.


Promoção direta: Pro Patria (24 pontos)

Play-offs: FeralpiSalo’ (22), Tritium (21), Pro Vercelli (21) e Sambonifacese (16)

Play-out: Sacilese (7) e Casale (6)

Rebaixamento: Sanremese (5)
Penalizados pela CND: Canavese (-2) e Rodengo Saiano (-1)

Grupo B, após dez rodadas: Fim (momentâneo, ao menos) do equilíbrio entre Carpi e Carrarese, com os primeiros que abrem seis pontos de vantagem na liderança. O San Marino empatou duas vezes seguidas e perdeu a chance de avançar mais. Recuperação do L’Aquila, mau momento para o Chieti e pesadelo infinito em Giulianova, que vê seu time ainda na lanterna da competição.


Promoção direta: Carpi (25 pontos)

Play-offs: Carrarese (19), San Marino (17), Giacomense (15), e L’Aquila (15)

Play-out: Villacidrese (7) e Giulianova (6)
Penalizados pela CND: Sangiovannese (-4) e Villacidrese (-5)

Grupo C, após dez rodadas: Antes sós na disputa pela liderança, Latina e Sangiuseppese ganharam a companhia do surpreendente Pomezia, que se mostra uma equipe de vértice em seu primeiro campeonato profissional. Na parte de baixo, tudo penaliza o Catanzaro: não bastasse o caos técnico e societário, o clube ainda teve um ponto deduzido na classificação.

Promoção direta: Latina (22 pontos)
Play-offs: Sangiuseppese (21), Pomezia (20), Trapani (19) e Melfi (15)
Play-out: Isola Liri (5) e Catanzaro (2)
Penalizado pela CND: Catanzaro (-1)
Coppa Italia Lega Pro

Os dez classificados para o terceiro turno eliminatório foram definidos: Pro Vercelli, Monza, Bassano Virtus, Pisa, Lucchese, Foggia, Nocerina, Juve stabia, Cosenza, Carpi, Atletico Roma e San Marino. Agora, essas equipes serão dividas em quatro chaves, de três equipes cada, para definir os semi-finalistas do torneio.

Deixe um comentário