Categorias de base

Para divertir e formar

Jefinho foi o último brasileiro a fazer um estágio na categoria de base da Roma, em Trigoria. O pequeno carioca agradou o técnico Bruno Banal (Divulgação)

Não é nenhuma novidade que os clubes europeus desenvolvem projetos de colônias de férias para atrair novos torcedores e até mesmo futuros atletas do clube. Os acampamentos de verão acontecem em diversos países e são uma estratégia de marketing muito bem vista pelos europeus. Clubes como Barcelona e, na Itália, Milan e Roma, já realizaram edições no Brasil, um dos maiores celeiros de craques do mundo.

No final deste ano e no início do próximo, jovens de 8 a 14 anos tem chances de participarem das colônias justamente de Roma e Milan. Entre 15 e 20 de dezembro, a sociedade romana realiza a nona edição do seu projeto, denominado AS Roma Campus – coordenado por Daniele Monti, comentarista dos canais Sportv -, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Já o Milan Junior Camp, que acontece há 10 anos e passou por 60 cidades no mundo, acontece entre 13 e 19 de janeiro de 2013, em Salvador, na Bahia, depois de passar por outras 11 localidades de todas as regiões do Brasil.

Ambos oferecerão estrutura de treinamento e acomodações completas para os jovens, além de três refeições diária. Os garotos ainda ganharão uniformes completos das equipes e concorrerão a prêmios – camisas oficiais da Roma autografadas por Totti e De Rossi, ou uma viagem com tudo pago para ver uma partida do Milan em San Siro. Os melhores ainda poderão viajar para a Itália, para treinar com as categorias de base das equipes. Mais informações sobre valores, estrutura e inscrição, acesse os sites do AS Roma Campus e do Milan Junior Camp.

De acordo com Daniele Monti, coordenador do AS Roma Campus, “o primeiro objetivo é o lazer e a integração das crianças, mas também mostrar a metodologia de treinamentos da Roma”. Para isso, os romanos trarão Bruno Banal, um dos técnicos das divisões de base do clube, para ministrar treinamentos. Desde que o projeto começou, em 2008, 11 garotos brasileiros já fizeam estágios de treinamento em Trigoria, CT da Roma, como Jefinho (foto). Além deles, o zagueiro brasileiro Caio Werneck, de quem já falamos, anos atrás, foi descoberto e integra a categoria sub-14 da base da Roma. Nos acampamentos da Roma na Itália, foram descobertos jogadores como Bovo, Pepe, Aquilani e o capitan futuro De Rossi.

A contratação de jogadores brasileiros para atuar nas bases das equipes italianas é uma tendência crescente nos últimos anos. Seja em equipes menores, como o Varese – cheio de brasileiros em sua base -, ou maiores, como Juventus (que tem os irmãos Gabriel e Guilherme Appelt – o primeiro deles emprestado à Pro Vercelli, da Serie B), Inter (com Daniel Bessa) e mesmo Roma (Jonathan Lucca, ex-Internacional) e Milan (Rodrigo Ely, ex-Grêmio). Será que dessa vez teremos algum futuro craque descoberto para deixar o país e brilhar no Belpaese?

Deixe um comentário