Serie A

Copa Anglo-italiana

Franco Cordova, capitão da Roma, levanta o primeiro título itailano na competição, em 1972

Idealizada por Gigi Peronace, manager italiano transferido para a Inglaterra nos anos 50, para aproximar o futebol inglês e italiano, a Copa Anglo-italiana* foi posta em prática no ano de 1970, aproveitando a reivindicação do Swindon Town por não poder participar da Copa das Feiras (atual Liga Europa).

Como vencedor da Copa da Liga Inglesa, o time de Swindon teria o direito de participar da competição européia, no entanto, como previsto em regulamento, apenas times da primeira divisão poderiam fazê-lo, colocação que o clube não ocupava no futebol inglês. Para evitar maiores brigas, a UEFA juntou-se à FA e à FIGC e criou a Copa Anglo-italiana, agradando não só o time da terceira divisão inglesa, que conquistaria um pouco da visibilidade que queria na Europa, como também torcedores e dirigentes que já pediam o início da Copa.

Porém, a competição nunca fez muito sucesso. Na primeira edição, em 1970, foi disputada por seis times italianos (todos da Série A) e seis ingleses (4 da primeira divisão, 1 da segunda e 1 da terceira). O regulamento, confuso, fazia com que chegassem a final o melhor time de cada país e, assim, definiu-se o confronto Napoli x Swindon Town, que é marcado por ter sido a primeira final de campeonato suspensa por causa da violência entre torcedores. O jogo foi suspenso pelo árbitro, aos 79 minutos, depois que torcedores do Napoli invadiram o campo em protesto à derrota que o time sofria, por 3 a 0. O tumulto, porém, não parou por aí: pedras, pedaços de madeira e até cadeiras eram atiradas em campo, deixando alguns feridos, além de algumas brigas entre ingleses e italianos. Começava ali um histórico de brigas recorrente no torneio.

Com as brigas entre torcidas, as mudanças de regulamento e o desinteresse dos clubes, a Copa parou de ser disputada em 1973, na sua quarta edição, e apenas um clube italiano se sagrou vencedor: a Roma, de Sergio Santarini. Com gols de Capellini, Scaratti e Zigoni, os gialorossi venceram o Blackpool por 3 a 1, na final.

Na tentativa de reerguer o torneio, decidiu-se que ele voltaria a ser disputado em 1976, só que dessa vez apenas por times semiprofissionais, das terceiras divisões inglesa e italiana. Essa edição da copa foi a primeira a adotar a contagem de três pontos para a vitória, no cenário internacional. Dessa vez a competição sustentou-se por mais tempo e só deixou de ser disputada de novo em 1986. Nesse período, teve quatro nomes diferentes: Copa Anglo-italiana semiprofissional, Copa Alitalia, Copa Talbot e Copa Gigi Peronace. Alitalia e Talbot foram os patrocinadores entre 1978 e 1981, por isso deram nome à competição. E Gigi Peronace foi uma homenagem ao idealizador, que morreu no final de 1980.

Diferentemente do ocorrido anteriormente, essa Era da copa foi totalmente dominada pelos italianos, que venceram 10 dos 11 títulos disputados. Só o Sutton United, em 1979, conseguiu parar os italianos. Dentre os vencedores estão Udinese, Triestina, Modena e Piacenza.

Na temporada 1992-93, o torneio foi restaurado com profissionais e foram convidados a participar oito times da Série B (os quatro descendentes da Série A e os quatro melhores que não conseguiram o acesso no ano anterior) e oito da segunda divisão inglesa, nos mesmo moldes. As finais foram todas disputadas em Wembley, mas mesmo assim os italianos obtiveram mais títulos: 3×1, com Cremonese, Brescia e Genoa pontuando para os italianos, enquanto o Notts County computou o ponto de honra inglês.

O fim definitivo do torneio aconteceu na temporada 1995-96, depois do título rossoblù, por causa do baixo interesse do público, da mídia, dos próprios clubes, que jogavam com seus times reservas, e da dificuldade de encaixar datas no apertado calendário europeu. Bom para os italianos, que saíram por cima, em uma época que o futebol da península ainda se mostrava bem superior ao britânico.

*Obs.: Não confundir com a Liga Anglo-italiana, disputada nos anos de 1969, 1970, 1971, 1975 e 1976 apenas pelos vencedores da FA Cup e da Coppa Italia.

1 comentário

Deixe um comentário